1 Começo...

Estava frio ao meu redor e a escuridão me rodeava, um sentimento forte de tristeza me preenchia.

Bom... vamos lá do começo.

Eu era uma pessoa muito simples e oque eu mais amava fazer era ler e ajudar os outros porque me sentia útil e isso acabou me deixando sem nada, as pessoas se aproveitavam de mim por eu ser ingênuo, meus "amigos" só queria que eu fizesse os deveres deles e isso me ajudou afinal estudei quase todas as matérias mais cedo para poder ajudar e comprar tudo para eles porque eles diziam que não tinham dinheiro, etc.

No final eu fali e ninguém mais precisou da minha ajuda, quando todos me abandonaram porque eu não tinha mais utilidade, ninguém me ajudou... ninguém me apoiou, ninguém sequer ligou! eu estava sozinho no mundo! entrei em depressão e acabei me suicidando e aqui estou eu nessa escuridão e solidão fria, mas eu ainda queria poder ajudar as pessoas... mesmo depois de tudo eu ainda queria poder ajudar! e como era meu único desejo não realizado uma luz voou perto de mim e disse: "pobre criança... mesmo depois de perder tudo e sofrer tanto ainda desejar ajudar..."

Eu olhei para a luz e pensei:"He... agora uma luz veio falar da minha desgraça? Haha... apesar que é a verdade" a luz brilhou mais intensamente e sussurrou: "meu nome não é "luz" e sim Ærtir um dos três Espíritos da criação e vim aqui para lhe fazer uma proposta..." eu olhei confuso para a 'Ærtir' e falei com curiosidade: "qual proposta...?" Ærtir fez um minuto de silencio e disse: "irei conceder seu último desejo de poder ajudar aos outros mas sem eles te abandonarem, em troca você não vai ter mais seu corpo físico" pensativo por um momento perguntei:" se não vou ter um corpo como vou ajudar? e qual sua intenção?" ela riu e disse:" você não precisa saber disso só saiba que você vai poder ajudar" suspirando falei: "ok".

Após aceitar, uma luz imundou o local e tentei abrir os olhos, mas, me senti estranho quando abri os olhos eu parecia ter uma visão de 360 graus, olhei ao redor não encontrando nada além de escuridão e uma luz fraca a distância de repente senti uma dor infernal e várias informações imundaram minha consciência a cada segundo e acabei perdendo os sentidos e raciocínio.

...POV de Davis...

(Davis): Eu estava dormindo quando senti uma pequena fonte de calor e um leve brilho no meu peito, abri os olhos e olhei para o colar escondido que minha mãe me deu antes de falecer, ele estava quente e com um leve brilho, mas, ele voltou ao normal, pegando ele olhei atentamente para ele, nada aconteceu... Suspirando me sentei e olhei para as grades.

*Davis historia ( resumo)*: Eu era filho de plebeus simples, vivia uma vida tranquila e aconchegante, uma mãe amorosa e um pai firme porém atencioso, eu era filho único e ia completar 14 anos, mas tropecei e cai em cima de um nobre do nosso império e estraguei sua roupa, o pior de tudo? Haha... era o filho mimado do duque Asterios, quando foram perguntar ao povo se deveriam executar minha família todos concordaram afinal quem iria querer ir contra o duque por simples 'plebeus imundos'meus pais foram executados e eu fui preso como criminoso e logo iria virar um escravo ou talvez ser executado também, minha raiva e tristeza queimava fundo em mim, se eu tivesse mais poder não estaria nessa situação, eu quero ter poder, poder para ter controle da minha própria vida e me vingar.

Ouvi um ding* e uma voz Unissex doce sussurrou em minha mente: "você deseja poder...?" pensei que estava alucinando, mas resolvi responder: "sim eu desejo poder! o poder para ter controle no meu próprio destino e vida! e me vingar...".

Next chapter